JULIA PÁ

Sou mãe, terapeuta floral, fotógrafa e videomaker do feminino. Percorro desde 2011 os arquétipos, a imagética simbólica e energética do feminino (em vários países do Mundo e no meu mundo interno) e trago esses elementos em meus ensaios de Fotografia Terapêutica.

Quando trabalhei para o Banco Mundial com projetos sociais na África, Ásia e América Latina, pude rodar o mundo e ir vendo a força das mulheres das aldeias, das periferias. Me fascinava o poder que eu pressentia nelas.

Decidi mergulhar mais fundo. Criei o Projeto 13 Luas e fui viver dentro da casa de mulheres em comunidades isoladas pelo mundo, para aprender através do meu corpo (trabalhando, comendo e vivendo como elas), de onde vem a potência do feminino delas. Do projeto resultaram curta-metragens e fotografias retratando essas imersões. Para mais informações: 13luas.com.

Essa exploração do feminino fora culminou em uma necessidade de buscá-lo dentro de mim, e assim fui parar no coração da Amazônia para estudar o Sistema de Florais da Amazônia. O chamado para a terapêutica do feminino através das flores (a ânima da planta) foi forte. Comecei a atender em 2014 com os Florais em sessões individuais e criei Jornadas onde em grupo de mulheres caminhamos juntas desvendando nosso centro pulsante.

A minha paixão pela fotografia trouxe o encaixe: arte e terapia entrelaçadas. O retrato ao mesmo tempo eterniza e transforma cada pedaço nosso. Como espelho da alma, a imagem chega onde a palavra não chega, e tem um poder curativo em si mesma. Passei a fotografar processos internos: tiro fotos de dores, revelações, entregas, enraizamentos, desbloqueios, elevações. Plasmo na imagem o que quer que esteja acontecendo na alma feminina.

JULIA PÁ

  • Grey Instagram Icon
zap.png

61  98321 9370